Saldo Bloqueado no FGTS: entenda o significado e como desbloquear

Saldo Bloqueado no FGTS: entenda o significado e como desbloquear

Você já se deparou com a terrível frustração de descobrir que o seu saldo do FGTS está bloqueado? Se sim, saiba que essa situação é mais comum do que você imagina.

Neste artigo, vamos explorar os motivos que estão por trás desse bloqueio e orientá-lo sobre algumas estratégias eficazes para você conseguir desbloquear o seu saldo FGTS.

Entender o motivo do bloqueio do seu FGTS é fundamental para poder reverter a situação e garantir o acesso aos recursos que são seus por direito.

Quer saber mais sobre o assunto? Mergulhe com a gente no universo do FGTS para descobrir como superar de uma vez por todas esse obstáculo.

Sente-se confortavelmente e nos acompanhe até o final deste artigo.

 

FGTS: Entendendo o que é e qual a sua finalidade

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) trata-se de uma reserva financeira fundamental criada pelo Governo Federal para oferecer suporte ao trabalhador em momentos de vulnerabilidade.

Esse benefício objetiva garantir estabilidade financeira a você trabalhador em situações como:

  • Demissão sem justa causa causada pelo empregador;
  • Término do contrato por prazo determinado;
  • Rescisão por falência, falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou nulidade do contrato;
  • Rescisão do contrato por culpa de ambas as partes ou por força maior;
  • Problemas graves de saúde;
  • Necessidade pessoal urgente e grave decorrente de desastre natural, como chuvas ou inundações, que afetaram a área de residência. É necessário que a condição de emergência ou calamidade pública seja oficialmente reconhecida pelo Governo Federal;
  • Aquisição de moradia;
  • Aposentadoria;
  • Entre outras possibilidades previstas na legislação brasileira.

Agora que você já entendeu o que é o FGTS e as situações em que é possível recorrer a ele, é hora de compreender o que realmente quer dizer o saldo bloqueado FGTS.

 

O que significa saldo bloqueado no FGTS?

Ao se deparar com a notícia de que o saldo do FGTS está bloqueado, muitos trabalhadores ficam perplexos e extremamente preocupados. Se isso aconteceu com você, tenha calma.

Compreendemos o quão frustrante é enfrentar essa situação, principalmente naqueles momentos em que nós mais precisamos desse recurso financeiro.

Contudo, saiba que com o passo a passo certo é possível reverter essa situação.

Para isso, em um primeiro momento, você deve saber que o bloqueio do FGTS pode ocorrer por uma série de razões.

Conheça a seguir:

 

Causas mais comuns de saldo FGTS bloqueado

  • Falta de Atualização Cadastral: Se as suas informações pessoais não estiverem devidamente atualizadas na Caixa, seu saldo pode ser temporariamente bloqueado.
  • Divergências de Dados: Discrepâncias em seus dados pessoais ou nas informações trabalhistas fornecidas à Caixa Econômica Federal (Instituição responsável pela administração do FGTS) pelo empregador podem levar ao bloqueio do saldo do seu fundo.
  • Processos Judiciais: Se você estiver envolvido num processo judicial, como ação trabalhista, por exemplo, relacionada ao seu emprego atual ou anterior, seu saldo do FGTS pode ser temporariamente bloqueado até que essa situação seja resolvida.

Agora que você já conhece as principais razões que levam a esse bloqueio, no próximo tópico, iremos detalhar o passo a passo que você deve seguir para verificar se seu saldo está de fato bloqueado.

 

Como verificar se o seu Saldo FGTS está bloqueado?

Antes de abordarmos as soluções para desbloquear o saldo do FGTS para cada uma das situações que apresentamos no tópico anterior, é essencial que você realize uma verificação precisa para confirmar se seu benefício está, de fato, bloqueado.

Essa etapa é fundamental para garantir que você não está diante de outro erro distinto, como bugs e instabilidade no sistema, por exemplo.

Não se preocupe, essa etapa é bastante simples.

Siga os passos abaixo para checar seu FGTS:

  1. Acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal, escolha a opção “Internet Banking” ou utilize o “Aplicativo FGTS” (disponível para android ou IOS) em seu smartphone.
  2. Faça o login inserindo o seu número NIS (PIS/PASEP) e a sua senha cadastrada. Certifique-se de que você está em um ambiente seguro para proteger suas informações pessoais.
  3. Busque a opção “Extrato FGTS” no menu.

Ao seguir esses passos corretamente, você terá acesso ao extrato do seu FGTS.

Nele, verifique a ausência ou inconsistência nas informações pessoais, assim como nos registros dos seus trabalhos.

Procure, também, por qualquer indicação de bloqueio no saldo do benefício ou outra informação relevante sobre o seu saldo.

Vale ressaltar que nem sempre os empregadores atualizam as informações no tempo correto, por isso, você deve fazer checagens periódicas em seu extrato.

Falaremos desse ponto com mais detalhes a seguir.

 

Controle adequado do saldo FGTS

É fundamental destacar que verificar regularmente o status do seu FGTS é uma prática essencial para evitar surpresas desagradáveis relacionadas ao seu benefício.

Dessa forma, caso surja algum problema, você poderá tomar as medidas necessárias para solucionar a questão com maior agilidade.

E se você tiver alguma dúvida ou dificuldade, é relevante saber que a Caixa oferece canais de atendimento ao cliente, tanto de forma online quanto presencial, onde você poderá obter suporte e esclarecimentos adicionais.

Checagem realizada? Se, ao realizar a verificação, você constatar que, de fato, seu saldo está bloqueado, o próximo passo é compreender como resolver as pendências que estão por trás desse bloqueio.

Iremos abordar exatamente essa questão no próximo tópico. A seguir, você aprenderá a solução para cada uma das principais razões de bloqueio no FGTS.

Continue a leitura para entender como resolver seu problema.

 

Principais motivos de bloqueio no FGTS e como solucioná-los:

Anteriormente, introduzimos as principais razões por trás do bloqueio do FGTS. A seguir, iremos relembrá-las e detalhar cada situação, fornecendo o caminho exato para que você possa contornar cada um desses problemas e liberar seu FGTS.

 

1 – Falta de Atualização Cadastral

É fundamental manter suas informações cadastrais atualizadas junto à Caixa Econômica Federal para evitar o bloqueio temporário do FGTS.

Por isso, certifique-se de que seus dados junto a essa instituição estejam sempre em dia.

A falta de atualização pode ocorrer por razões diversas, como:

  • mudanças de endereço;
  • troca de telefone;
  • Alteração de nome;
  • atualização do seu estado civil etc.

Como Resolver:

Se você acredita que o seu saldo foi bloqueado devido à falta de atualização dos seus dados, acesse o site da Caixa ou visite uma agência física para proceder o mais rápido possível com as atualizações de informações necessárias.

 

2- Divergências de Dados

Se existir divergências entre os dados fornecidos pelo seu empregador e os registros existentes na Caixa (responsável pela administração do FGTS), você estará sujeito a sofrer o  bloqueio do saldo no seu Fundo de Garantia.

Essas inconsistências podem ocorrer em informações como:

  • salário;
  • período de trabalho;
  • cargo ou função;
  • jornada de trabalho etc.

Como Resolver:

O caminho mais simples nesse caso é entrar em contato com o empregador responsável pelo envio incorreto das informações e solicitar que a empresa corrija as divergências existentes nos dados fornecidos para à Caixa.

Após a correção, você poderá solicitar o desbloqueio do FGTS junto à Caixa Econômica Federal.

No entanto, se você não conseguir falar com seu antigo chefe ou não contar com a cooperação dele, não se preocupe; existem outras formas de resolver essas diferenças nas informações do FGTS.

Se esse for o seu caso, você precisará tomar algumas medidas proativas. Explicaremos detalhadamente a seguir quais devem ser seus próximos passos.

O empregador não corrigiu os dados?

Tenha calma. Nem sempre podemos contar com o bom senso dos empregadores ou, às vezes, simplesmente não conseguimos encontrá-los, devido a mudanças de cidade, falência etc.

Se o empregador não ajudar, faça isso:

  1. Junte todos os documentos relacionados a esse emprego, como: holerites ou comprovantes de salário, para mostrar que as informações estão certas.
  2. Com os comprovantes em mãos, tente conversar com a área de Recursos Humanos da empresa relacionada a pendência para tentar resolver isso internamente.
  3. Avise também a Caixa Econômica Federal sobre o problema, apresentando os documentos que você juntou anteriormente. Eles poderão dar a você instruções adicionais e te ajudar a liberar o dinheiro do FGTS, mesmo que você não tenha conseguido falar com seu antigo empregador.
  4. Se a caixa não conseguir resolver o problema, peça ajuda no Ministério do Trabalho. Lá, eles irão lhe orientar sobre quais ações tomar para acabar com essa pendência.

Salientamos que reunir os documentos certos é crucial, porque são eles que vão respaldar e apoiar todo o processo de correção e liberação do dinheiro no FGTS.

Tais comprovações ganham ainda mais relevância quando o empregador não está disponível ou está dificultando a correção dos dados.

 

3 – Processos Judiciais

Se você estiver envolvido em processos judiciais relacionados ao emprego atual ou anterior, seu saldo do FGTS pode ser temporariamente bloqueado.

Isso é feito para garantir que os valores relativos estejam disponíveis conforme as decisões judiciais finais desse processo.


Como Resolver:

Em casos de bloqueio devido a processos judiciais, é essencial acompanhar o andamento do processo.

Nesses casos, é recomendável procurar seu advogado, ele poderá fornecer orientações específicas sobre seu processo e agir para buscar acelerar a resolução dessa situação.

 

4 – Bloqueio Parcial por Saque-Aniversário

Um fato que muitos trabalhadores não se dão conta é que, ao optar pela modalidade de Saque-Aniversário em seu FGTS, parte do saldo do seu fundo ficará bloqueada enquanto apenas uma porção será disponibilizada anualmente no mês do seu aniversário.

Nessa modalidade de saque, o valor recebido anualmente é definido com base no seu saldo total do FGTS.

Pense nisso como uma escala: conforme seu saldo aumenta, o percentual que você pode sacar anualmente diminui.

Além disso, cada faixa de saldo também recebe uma quantia extra fixa. Para saldos mais baixos, o percentual de saque pode ser maior e, para saldos mais altos, o percentual é menor.

A boa notícia é que caso você necessite desse valor antes da data prevista, é possível antecipar seu Saque-Aniversário com o Digio, podendo adiantar até 10 anos desse benefício.

O adiantamento é interessante se você precisa de um alívio nas contas ou quer realizar um sonho, pois te proporciona agilidade no acesso dos recursos.

 

5 – Bloqueio do Saldo por Empréstimo com FGTS de Garantia

Se você usou seu FGTS como garantia para um empréstimo e percebeu que o saldo está bloqueado, não se preocupe.

Essa restrição é normal e temporária, ocorrendo apenas enquanto você está pagando o empréstimo.

Para desbloquear o saldo, basta aguardar até quitar completamente o empréstimo, momento em que o registro da quitação é feito pelo banco.

Se preferir, pode verificar com a instituição financeira a possibilidade de adiantar as parcelas para desbloquear o saldo do FGTS mais rapidamente.

Fique de olho no andamento do seu empréstimo e, assim que terminar de pagá-lo, seu FGTS estará novamente disponível.

Com você já conhecendo as possíveis causas e o passo a passo para resolver as pendências, avançaremos para o procedimento de desbloqueio do seu saldo no FGTS.

 

Saldo bloqueado FGTS: Como desbloquear? 

Se você chegou até aqui, já deve ter compreendido o que ocasionou o bloqueio do seu FGTS.

Agora, é hora de agir para desbloquear seu saldo FGTS.  Atenção ao tutorial abaixo:

  • Acesse o “site oficial da Caixa Econômica Federal” no seu computador ou o “Aplicativo FGTS” em seu smartphone;
  • Clique em “FGTS” e, em seguida, em “Extrato FGTS”;
  • Após, insira suas informações de login.
  • Com o painel aberto, siga as orientações fornecidas anteriormente, relativas à causa específica que causou seu bloqueio.

Seja paciente. Em geral, é necessário aguardar um prazo pré-determinado (que varia conforme a causa do bloqueio) para ter o dinheiro disponível para saque.

Ao agir proativamente para corrigir eventuais divergências, você estará no caminho certo para desbloquear seus recursos.

Além disso, observe as novidades propostas pelo Governo em relação ao FGTS.  E, se necessário, busque ajuda em uma agência da Caixa Econômica Federal.

O FGTS é um direito seu trabalhador — não permita que um bloqueio temporário te impeça de acessar um dinheiro que foi tão suado para conquistar e que é seu por direito.

Gostou deste post? Então compartilhe-o em suas redes sociais para que mais pessoas possam entender como desbloquear o saldo FGTS.


Compartilhar o artigo